Caixa e Lucro são a mesma coisa?

Caixa e Lucro são a mesma coisa?

Caixa e Lucro são a mesma coisa?

Por vezes o empresário ao analisar seus resultados se depara com a seguinte situação: O relatório de resultados aponta que a empresa está com lucro, mas a empresa não tem nada em caixa ou então o contrário, o caixa está bom, porém, os relatórios apontam prejuízo ou um lucro bem menor que o caixa.

Tudo tem explicação. O caixa tem origem financeira e o lucro tem origem econômica. O caixa representa todas as entradas e saídas de “dinheiro”, sendo estas de diversas origens/entradas e diferentes utilizações/saídas. O lucro tem origem nos resultados contábeis, basicamente são as receitas menos as despesas de um determinado período, independente de estas despesas terem sido pagas ou as receitas efetivamente recebidas.

Então, perfeitamente uma empresa pode ter caixa e não ter lucro ou então pode ter lucro e não ter caixa. O ideal é que se tenha um cuidado muito especial com a gestão do caixa, principalmente do fluxo de caixa. Controlar as entradas e saídas de recurso, pois qualquer descuido nesta gerência pode trazer custosas consequências. As empresas geralmente não quebram por serem menos ou mais lucrativas e sim por falta de caixa.

Veja por exemplo um supermercado, onde todos os dias circula um grande volume de recursos financeiros (dinheiro, cheques, cartões, vales, etc…) e com ele são feitos vários pagamentos da empresa. Ao se deparar com este giro considerável, pode-se por vezes, ter impressão que a operação está apresentando lucros e que é possível utilizar parte desse recurso como retiradas pessoais, quando na verdade não se sabe realmente o resultado, o que se tem é um grande giro de volume financeiro.

A empresa pode ter um volume financeiro positivo em caixa, mas que teve origem em uma operação de empréstimo (recursos de terceiros), uma venda de imobilizado (recursos patrimoniais), uma antecipação de recebíveis (créditos a receber), mas isso não significa lucro, apenas que tem uma disponibilidade maior, uma liquidez imediata. Também pode acontecer do contrário, o DRE da empresa apresenta um lucro considerável, porém o caixa está na míngua, visto que foram liquidados empréstimos (passivos), adquiridos estoques (estoques) e equipamentos(imobilizado).

Se você analisa frequentemente seu DR e seu Fluxo de Caixa, parabéns, a saúde financeira da empresa lhe agradece. Agora, se você tem DR e Fluxo de Caixa, mas não analisa, corra e busque apoio para entender, mas, se você não tem o DR, nem o Fluxo de Caixa, não sabe analisar, e ainda está operando bem com a empresa, você é uma pessoa de sorte.

Não deixe para amanhã para ter seus relatórios, aprender a interpretá-los, buscar uma boa assessoria, isso tudo é gestão. Essas atitudes podem até não ser garantia absoluta e incontestável de aumento de lucro ou caixa, mas são elas que irão minimizar os riscos e dar suporte para decisões, estratégias e planejamento, que apontaram o melhor caminho para mais lucro e mais caixa.



Posts mais vistos

shares